terça-feira, 20 de março de 2012

Charles Henry Mackintosh

Charles Henry MackintoshCharles Henry Mackintosh, cujos iniciais “C. H. M.” são bem conhecidos por muitos cristãos no mundo inteiro, nasceu em outubro de 1820 em Glenmalure Barracks no condado de Wicklow, Irlanda. O seu pai era capitão e servira no “Highlander's Regiment” na Irlanda. A sua mãe era a filha de Lady Weldon e procedia de uma antiga família natural da Irlanda. A idade de 18 anos, o jovem experimentou um despertamento  espiritual mediante  cartas  escritas por sua irmã após a conversão dela. Recebeu a paz por meio da leitura do escrito de John Nelson Darby, “As operações do Espírito Santo”.



Se tornou especialmente importante para ele o fato de que a base da paz com Deus não é a obra de Cristo em nós, mas para nós. Enquanto jovem cristão, aceitou emprego num negócio em Limerick. Lia muito na Palavra de Deus e se ocupou assiduamente com diversos estudos. No ano de 1844, abriu uma escola particular em Westport e, com grande zelo,se ocupou do trabalho educativo.
A sua postura espiritual foi caracterizada pelo desejo de dar  a Cristo o primeiro lugar em sua vida, sem limitação alguma, e desconsiderar a obra dEle como a coisa principal. Quando, porém, notou em 1853 que o trabalho na escola o ocupou de tal forma que temia ele se tornar em seu interesse principal, desistiu desse serviço. Na sequência, foi a Dublin onde entrou em contato com John Gifford Bellet e outros irmãos. Na época começou a anunciar a Palavra de Deus publicamente tanto a crentes como a incrédulos. Nessa época já começara a escrever os seus pensamentos sobre os cinco livros de Moisés — O Pentateuco. Nos próximos anos, subsequentemente, apareceram estudos sobre todos os cinco livros do Pentateuco. Esses livros, caracterizados por um espírito assaz evangelístico, passaram a ser publicados em altas tiragens nos próximos anos.
O seu amigo Andrew Miller escreveu compara esses volumes um prefácio, onde diz com toda a razão: “A total perversão do ser humano por meio do pecado e a perfeita salvação de Deus em Cristo são apresentadas pormenorizada, clara e precisamente”. Como interpretador Charles Henry Mackintosh possuía um estilo de fácil compreensão. Sabia expressar os seus pensamentos poderosamente. Algumas de suas interpretações talvez, à primeira vista, tenham aparecido estranhas a muitos salvos, porém foram de grande ajuda a muitos leitores até hoje, por causa de sua fidelidade à Palavra de Deus e confiança em Cristo.
Charles Henry Mackintosh  era  um  grande  homem  de  fé  sempre  pronto  para testemunhar  que  Deus  o  levava  muitas  vezes  em  provas,  porém  nunca  o deixou  passar  necessidade,  enquanto  estava  Lhe  servindo  no  serviço  do evangelho sem alguma renda de trabalho material.
É  difícil  valorizar  as  consequências  de  seus  escritos.  Cartas  de  todos  os lugares do mundo chegaram até ele, expressando gratidão e  reconhecimento de suas explicações sobre o Pentateuco. Dwight Lyman Moody e Charles Haddon Spurgeon confessaram  que deviam  muitas  coisas  aos  escritos  de  Charles Henry  Mackintosh. Moody escreveu: “Charles Henry Mackintosh tinha a maior influência sobre mim”.
Assim  como  “As  notas  sobre  o  Pentateuco”,  também  os  seis  volumes “Miscellaneous Writings” (“Escritos Mistos”), sempre têm sido reeditados. É um fato  interessante  na  vida  de  Charles Henry Mackintosh,  que  o  seu  primeiro  escrito portava o título “A Paz de Deus” e que poucos meses antes de seu falecimento enviou um manuscrito ao seu editor com o título “O Deus da Paz”.

Autor:  Verdade Viva    

Por Alexandre Gonçalves

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Suas mensagens são muito boas e vir a seu blog é uma benção.Dou-lhe os parabéns e continue nessa sua força trazendo a cada dia essas mensagens gratificantes de edificação, consolação e exortação. É este o alvo da nossa vida, incentivar a continuar a nossa caminhada pelas veredas da luz, com alegria falando das maravilhas do nosso Salvador. Que sua vida brilhe mais e mais a cada dia. Se desejar fazer parte de meus amigos virtuais é só clikar. Faça-o de forma a que possa seguir também seu blog. As minhas cordiais saúdações em Cristo Jesus.

Noemi disse...

Bendiciones desde El Salvador Centroamerica, desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

Postar um comentário